Impactos positivos do incentivo privado para atividades culturais

As atividades culturais produzem uma cadeia de impactos positivos, sejam eles econômicos, de diversão ou de levar as pessoas a refletirem sobre seu cotidiano. O incentivo a essas ações fora dos grandes circuitos culturais, além de todo o patrimônio imaterial que produzem, são importantes para geração de novas oportunidades nas comunidades assistidas.

E a união entre os incentivos privados e comunidade tornou-se uma possibilidade para que um número maior de pessoas possa ter acesso a cultura e se sinta representada dentro do espaço que habitam e convivem.

Mas para que a realidade em novos locais possa continuar a ser modificada, é essencial a participação dos agentes da comunidade e do setor privado.

Quando ações culturais chegam em locais que por questões sociais estão excluídos, é dada uma oportunidade para que seus moradores possam conhecer outras formas de pensamento, realidades e formas de expressão.

Além do acesso ao conhecimento, as atividades proporcionam que as comunidades atendidas criem novas formas de relacionamento com seu espaço e que seus moradores possam ter sua voz representada.

E por que não até mesmo conhecer soluções para problemas e necessidades de seu local de vivência?

Para proporcionar o acesso constante aos instrumentos culturais a participação do setor privado é muito importante, e cada vez mais relevante para que comunidades tenham a seu alcance instrumentos de cultura e educação.

Mas além disso, o fomento privado para o desenvolvimento e continuidade desses projetos é fundamental para que eles possam ser aprimorados de acordo com o local e as necessidades encontradas ao longo de sua execução.

Projetos de incentivo à leitura podem auxiliar na capacitação de professores e agentes comunitários locais e no conhecimento a novos títulos e autores. Além disso, colaboram na diminuição de deficiências escolares, como bibliotecas com um acervo insuficiente, instalações inapropriadas e em grande maioria, a inexistência de um espaço para essa atividade.

Todos os lados são beneficiados: as comunidades ganham qualidade de vida, possibilidades de enriquecimento cultural, mais oportunidade de convívio social e conhecem o mundo a qual fazem parte, estimula a economia criativa e amplia as perspectivas de futuro para crianças e jovens.

E para as empresas os impactos positivos refletem ganho de sua imagem institucional, fortalecem a empresa na comunidade onde atuam, criam possibilidades de abertura de novos negócios e parcerias, e agregam valores a seus serviços, produtos e marca.

O incentivo privado nunca foi tão essencial para que mais ações de educação e cultura possam continuar ativamente a serem implantadas e que a cadeia produtiva envolvida continue exercendo seu papel de importância para as comunidades.